Continuar a ler

AQUISIÇÃO DE MATÉRIAS-PRIMAS

A Primark utiliza nos seus produtos uma gama de fibras naturais e sintéticas. O algodão é uma das principais fibras naturais utilizadas, mas existem outras que desempenham também um papel importante. Independentemente da matéria-prima utilizada, é importante para nós que o seu abastecimento seja efetuado de forma responsável.

SABER DE ONDE VÊM AS MATÉRIAS-PRIMAS

Na Primark não compramos matérias-primas diretamente. Em vez disso, as fábricas ou os fornecedores aprovados por nós são responsáveis pela aquisição das matérias-primas utilizadas nos nossos produtos.

A Primark comprometeu-se com uma iniciativa elaborada por especialistas ambientais da WRAP, o Sustainable Clothing Action Plan (SCAP). Juntamente com outros membros do setor do vestuário, a Primark está a trabalhar para os objetivos coletivos da indústria. Estes incluem a redução dos resíduos que acabam por ser depositados em aterro, para nos ajudar a reduzir o impacto que a nossa cadeia de abastecimento tem sobre o meio ambiente. Um outro elemento do SCAP visa melhorar a rastreabilidade das matérias-primas utilizadas na nossa cadeia de abastecimento. Com a ajuda dos nossos fornecedores, comunicamos ao SCAP o tipo e a quantidade de matérias-primas utilizadas nos nossos produtos. Registamos também o país de origem dos materiais e tecidos utilizados, o que significa que podemos monitorizar onde são adquiridos.

Também queremos ir mais além do rastreio das matérias-primas. Queremos garantir que as nossas matérias-primas são adquiridas de forma sustentável. E começámos com o algodão.

DE OLHOS POSTOS NO ALGODÃO

Na Primark, a nossa ambição a longo prazo é garantir que o algodão que utilizamos na nossa cadeia de abastecimento é adquirido de forma sustentável. Para isso focámo-nos em duas áreas. Ajudamos os agricultores a cuidar do ambiente através da utilização de menos água e menos químicos, conseguindo simultaneamente obter uma maior produtividade. E trabalhamos com o objetivo de fortalecer as comunidades agrícolas através do desenvolvimento de competências empresariais e do investimento na saúde e noutros projetos.

A cadeia de abastecimento do algodão é extremamente complexa. Tal como acontece com outros retalhistas, os nossos fornecedores adquirem o algodão em países como a Índia e o Paquistão, onde este é muitas vezes produzido em explorações agrícolas pequenas, em zonas rurais.

A Índia e o Paquistão são dois dos maiores produtores de algodão do mundo. Grande parte do algodão destes países é produzido em explorações agrícolas pequenas, em zonas rurais, e a nossa experiência mostra que muitos agricultores são subvalorizadas e pouco apoiadas e muitas vezes têm pouco ou nenhum acesso a formação formal. Assim, em 2013, associámo-nos aos especialistas agrícolas da CottonConnect e à Self-Employed Women’s Association (SEWA) para criar o Programa de sustentabilidade do algodão da Primark na Índia. O programa dá formação a agricultoras sobre métodos agrícolas sustentáveis, para que possam melhorar os seus meios de subsistência através de um aumento da receita. O programa foi lançado com 1251 agricultoras em Gujurat, Índia, e tem revelado resultados transformadores. A qualidade do algodão melhorou e, em média, as agricultoras que concluíram a formação aumentaram as suas receitas em mais de 200%. Ampliámos o programa de forma a dar formação a mais 10.000 agricultoras na Índia e empenhámo-nos em dar formação a 20.000 agricultores no Paquistão através de uma parceria com uma ONG local, a REEDS, Rural Education and Economic Development Society.

Começámos agora a utilizar o algodão proveniente do programa em alguns dos nossos produtos e isso é apenas o começo.

Kanchanben é uma mulher de 40 anos que faz parte do projeto. Ela produz algodão em dois hectares do seu terreno. Através do programa, Kanchanben reduziu em 50% a quantidade de fertilizante que utiliza e aumentou a sua produtividade de algodão. Como consequência, ganhou mais dinheiro que investiu na educação dos seus filhos.

O programa revelou que o investimento a longo prazo nas agricultoras produtoras de algodão pode garantir resultados significativos para as agricultoras, as suas famílias e as comunidades locais envolvidas. Somos um dos únicos retalhistas a ter este tipo de projeto com foco particular em mulheres agricultoras e é algo de que nos orgulhamos.

Clique em Reproduzir para visualizar o programa em ação.

COMO O FAZEMOS

Uau!

Adicionámos o primeiro artigo aos teus favoritos.
Podes aceder-lhe sempre que quiseres, clicando aqui.

Tens tempo para te atualizares?

O Primark.com suporta os browsers mais recentes, incluindo Chrome, Firefox e Safari. Certifica-te de que tens a versão mais atualizada para aproveitares ao máximo o Primark.com